TLAXCALA تلاكسكالا Τλαξκάλα Тлакскала la red internacional de traductores por la diversidad lingüística le réseau international des traducteurs pour la diversité linguistique the international network of translators for linguistic diversity الشبكة العالمية للمترجمين من اجل التنويع اللغوي das internationale Übersetzernetzwerk für sprachliche Vielfalt a rede internacional de tradutores pela diversidade linguística la rete internazionale di traduttori per la diversità linguistica la xarxa internacional dels traductors per a la diversitat lingüística översättarnas internationella nätverk för språklig mångfald شبکه بین المللی مترجمین خواهان حفظ تنوع گویش το διεθνής δίκτυο των μεταφραστών για τη γλωσσική ποικιλία международная сеть переводчиков языкового разнообразия Aẓeḍḍa n yemsuqqlen i lmend n uṭṭuqqet n yilsawen dilsel çeşitlilik için uluslararası çevirmen ağı

 23/05/2019 Tlaxcala, the international network of translators for linguistic diversity Tlaxcala's Manifesto  
English  
 EUROPE 
EUROPE / França: Após o tempo das catedrais, o tempo da indecência, da hipocrisia e da incompetência
Date of publication at Tlaxcala: 26/04/2019
Original: Après le temps des cathédrales, celui de l’indécence, de l’hypocrisie et de l’incompétence
Translations available: English  Español 

França: Após o tempo das catedrais, o tempo da indecência, da hipocrisia e da incompetência

Rémy Herrera

Translated by  resistir.info
Edited by  ODiario.info

 

Uma catedral incendiou-se. Uma das mais belas, na ilha de la Cité, coração ancestral de Paris; uma das mais imponentes, erigida na Idade Média central ao longo de quase dois séculos (provavelmente entre 1163, sob Luís VII, o Piedoso, e 1345); uma das mais grandiosas, construída graças aos talentos de gerações de arquitectos da nova arte gótica e às mãos de ouro de uma multidão de artesãos e operários dos ofícios tradicionais, e posteriormente àquelas de seus companheiros que a restauraram no século XIX depois de o génio de Victor Hugo – o mesmo que celebrou os sans culottes e abriu a porta para os communards – reanimou o apego popular por esta obra-prima. É o monumento mais visitado da Europa: 20 milhões de pessoas por ano passam pelo seu claustro e 13 milhões entram na igreja. Mas os seus sótãos incendiaram-se e o fogo devorou 100 metros da “floresta” de 1.300 troncos de carvalho da sua estrutura, as suas telhas de chumbo e o seu grande pináculo.

Quem dá mais?

As brasas do incêndio mal haviam sido extintas pelos nossos bombeiros e os bilionários já, como pragas recônditas, desembainhavam as suas polpudas carteiras. Os “líderes da caravana” acotovelavam-se uns aos outros a fim de pagarem um belo “golpe publicitário” e, para quem tem fé, um ingresso na tribuna de honra e alojamento particular no paraíso. As doações afluíram numa colecta obscena. Os leilões alçaram-se no salão de vendas do espiritual. Ouçam, ouçam, boa gente, prosternai-vos aos pés de vossos senhores, dai-lhes graças pela sua bondade, agradecei-lhes a sua generosidade e alinhai-vos sob a bandeira da unidade nacional!

Indecência repugnante no seu mundo onde tudo é mercadoria e comunicação, onde tudo se monetiza, se compra, se vende, se recompra, se revende, se avilta, se corrompe, se prostitui, avança o dinheiro!

À minha direita, 10 milhões de euros oferecidos pelos irmãos Martin e Olivier Bouygues, patrões da construção, da TF1, das telecoms (e até do petróleo canadiano e gás do offshore da Costa do Marfim), através da sua holding familiar SCDM. Ambos recebem mais de 100 milhões de dividendos por ano, apaixonaram-se pelas vinhas de Château Montrose no Médoc (compraram 130 milhões de euros) e desejariam desfazer-se do seu iate de 62 metros pelo “preço convidativo” de 59,95 milhões. O império Bouygues factura 33 mil milhões de euros e tem mais de 115 mil assalariados.

Aqui, 10 milhões de euros de Marc Ladreit de Lacharrière, proprietário da sociedade financeira Fimalac, para “o esforço nacional de reconstrução” e “o pináculo, símbolo da catedral”.

Leia mais



PARAÍSOS FISCAIS
O Canadair chegou finalmente!





Courtesy of Odiario.info
Source: http://tlaxcala-int.org/article.asp?reference=25903
Publication date of original article: 18/04/2019
URL of this page : http://www.tlaxcala-int.org/article.asp?reference=25907

 

Tags: Incêndio de Notre-DameOligarcas francesesMacrôniaEvasão fiscalDoce França
 

 
Print this page
Print this page
Send this page
Send this page


 All Tlaxcala pages are protected under Copyleft.